Vídeos Imperdiveis

Loading...

quarta-feira, 22 de agosto de 2012


Separando o Santo do Profano

       Muitos quando se encontram em situações de carência afetiva estão vulneráveis ao ataque do ‘mundo’, negligenciando suas raízes. Á partir daí se esquecem de esperar em Deus para que o seu relacionamento seja abençoado de todas as formas. É muito comum encontrar pessoas que foram buscar o que queriam fora de sua igreja, podendo possivelmente se relacionar com alguém que segue uma doutrina controversa á sua origem. Porém o pior é quando o abençoado irmão busca a pessoa desejada no ‘mundo’, começando ali os seus problemas.
         Existe várias passagens bíblicas que nos orienta á evitar um tipo de mistura que não agrada á Deus. Começamos por Números 25:6-8 quando um dos homens de Israel tomou uma midianita e ascendeu a ira do senhor contra eles. Nesta ocasião não era para os filhos de Israel se misturarem com mulheres cananéias, pois elas adoravam os ídolos. Também encontramos em I Reis 11: 1-3 onde está descrita uma situação em que Salomão tomou centenas de mulheres para si se acostumando ao costume delas e estas lhe perverteram o coração por adorarem á outros deuses. Devemos entender também o Salmo 1:1 Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Estes escarnecedores podem ser considerados aqueles ímpios que não seguem a palavra de Deus e convertem em dissoluções a graça do altíssimo. É extremamente importante entender que quando uma pessoa cristã busca um relacionamento com alguém que ainda não conhece a verdade bíblica fatalmente ela se desvia dos caminhos do senhor, aceitando qualquer heresia e ensinamento torpe além de começar a freqüentar ambientes desagradáveis á Deus. A bíblia diz em II Pedro 2:20-22Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado; Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama”. Esta passagem ilustra muito bem a situação citada acima demonstrando que, os que infelizmente se desviam dos caminhos do Senhor Jesus, um vez que foram libertos do erro, são como um cão que voltou ao seu prórpio vômito. Só se mistura para ganhar almas para Deus, mas para isto deve-se estar revestido das armaduras espirituais para resistir ás tentações....


Escrito por Anderson Dalcin

Nenhum comentário:

Postar um comentário