Vídeos Imperdiveis

Loading...

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Será que sou próspero?


  A prosperidade é algo que nestes últimos dias vem ganhando muita proporção e espaço dentro de várias igrejas, e muitas destas até já receberam o título popular de “igreja do dinheiro”, mas seria realidade isto? De acordo com o dicionário Michaelis a prosperidade significa felicidade, ventura e tem como antônimo a decadência, sendo assim não se deve necessariamente usar o termo direcionado ás finanças por que a bíblia trata a prosperidade com uma medida das grandes benções de Deus. Quando na Liturgia da igreja este tema polêmico é citado, não há informações que confirmem alguma ausência de caráter bíblico, pois Salomão foi muito próspero financeiramente, mas também em sua sabedoria como está escrito em 1 Reis 10:4-6 (Vendo, pois, a rainha de Sabá toda a sabedoria de Salomão, e a casa que edificara,e a comida da sua mesa, e o assentar de seus servos, e o estar de seus criados, e as vestes deles, e os seus copeiros, e os holocaustos que ele oferecia na casa do SENHOR, ficou fora de si e disse ao rei: Era verdade a palavra que ouvi na minha terra, dos teus feitos e da tua sabedoria. No entanto costumeiramente vem ocorrendo uma inversão no propósito de pregar as bênçãos de Deus. Primeiramente ser abençoado no sentido de ser próspero não é somente possuir carros, casas bonitas, roupas caras, mega salário, etc. A obediência á vontade de Deus gera prosperidade: Gênesis 26: 2 – 5 : “E apareceu-lhe o SENHOR, e disse: Não desças ao Egito; habita na terra que eu te disser; Peregrina nesta terra, e serei contigo, e te abençoarei; porque a ti e à tua descendência darei todas estas terras, e confirmarei o juramento que tenho jurado a Abraão teu pai; E multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e darei à tua descendência todas estas terras; e por meio dela serão benditas todas as nações da terra,porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis.” Você se considera próspero? Não tenha dúvida que sim! Se você come todos os dias e bebe a quantidade de água que quiser já não mais faz parte de uma população de aproximadamente 925 milhões de pessoas famintas pelo mundo (estatística da ONU Brasil). Segundo o Senador Magno Malta em um de seus discursos disse: “A verdadeira prosperidade é não ter conhecido a fome.” Esta reflexão é muito valiosa para nós.
       Quando João pregava no deserto ele dizia que o povo ganharia carros e cavalos? Sítios e fazendas? Pedia para que colocassem copo de água em cima da televisão? Vendia materiais ‘ungidos’? Não!!! Ele pregava o verbo que se fez carne, ou seja, Jesus a verdadeira luz. Se durante um culto de 2 horas for determinado 20 á 30 minutos para a pregação, está acontecendo algo errado. Ore para Deus modificar a situação, a palavra dele é prioridade e a prosperidade será conseqüência.

 Escrito por Anderson Dalcin

Nenhum comentário:

Postar um comentário