Vídeos Imperdiveis

Loading...

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Maria era uma deusa?


Muita especulação tem aparecido quanto ao destino real de Maria mãe de Jesus. Alguns afirmam que ela intercede ainda pela igreja, mas isso já pode ser descartado por que em I Tm 2.5 encontramos que há somente um que pode e faz esta mediação: Jesus.
È importante ressaltar que Maria é um grande exemplo de mulher para todas as mulheres da terra e devemos reconhecer isso como está claramente escrito no livro de Lucas 1: 46-56; ela viveu uma vida santificada, mas não podemos confundir jamais a posição de bem aventurada com intercessora dos povos, pois se assim fosse, estaríamos contrariando a bíblia como já foi mostrado em I Tm 2.5.
O que estão fazendo há tempos de forma anti-bíblica é atribuir valor espiritual á Maria, já que não se pode encontrar isso em nenhuma passagem da bíblia. Ela com toda sua santidade sempre reconheceu Deus como Senhor soberano e Jesus como o Messias de Isaías capítulo 7 e 9. Para entender melhor observe o texto de Atos 7: 55-56 quando Estevão olha para o céu é vê somente Deus e Jesus á sua destra. Onde estava Maria? A resposta está em hebreus 9:27. Ela depois de morta aguarda o juízo de Deus e está esperando Jesus com alarido, voz de arcanjo e com a trombeta de Deus ressuscitá-la com o restante dos mortos. ( I Ts 4.16 ) por que ela não foi para o céu ao lado do Senhor da forma que pensam por aí. Outro detalhe muito importante é que o poder da cura pertence só a Deus e a própria Maria ficaria muito chateada se alguém lhe pedisse para ser curado no tempo em que ela vivia. Se fosse assim, em Caná da Galiléia ela mesma teria transformado a água em vinho e não teria dito á Jesus que o vinho tinha acabado ( Jo 2). Se ela não operou milagres enquanto vivia, quem diria depois em descanso profundo.
Concluindo, Maria era demais! Com certeza estará na graça de Deus devido á sua vida digna e exemplar temendo ao Altíssimo pai. No entanto entenda que á luz da bíblia ela não pode ajudar ninguém apesar de muitos pensarem o contrário por causa da irresponsabilidade da maioria dos padres que não orientam os fiéis á utilizarem sua bíblia de maneira correta; usam uma mínima parte e desprezam o restante com receio de descobrirem a verdade abandonando sua postura idólatra. Em caso de dúvida á respeito deste assunto tão delicado, oriento você a procurar a carta encíclica ao Vaticano para averiguar o desrespeito que este documento apresenta em relação a bíblia negligenciando o seu conteúdo impondo uma prática descabida, intolerável e mentirosa á igreja.
Ademais, paira sobre a igreja um a afirmação de que Maria teria falecido em Èfeso. Isso faz sentido, pois o próprio Jesus a entregou aos cuidados do apóstolo João (apóstolo amado). João, como se sabe residiu durante muito tempo em Éfeso de onde passava as diretrizes para muitas igrejas em formação e desenvolvimento.
Há uma frase de grande impacto para a reflexão de todos os cristãos formulada por Santo Ambrósio: "Maria não era deusa do templo, era templo de Deus".
Escrito por Anderson Dalcin

Nenhum comentário:

Postar um comentário