Vídeos Imperdiveis

Loading...

domingo, 7 de abril de 2013

Perseguição religiosa é "tiro no pé" do PT

As multiplas perseguições sofridas pelos cristãos atualmente, principalmente pelo movimento ativista homossexual é extrema e intolerável. O alvo exato agora é o deputado e pastor Marco Feliciano que assumiu a CDH sem recuar no seu posicionamento e convicção. Tudo é motivo para barulho...pegam frases nas redes sociais e distorcem o significado real para denigrir a imagem de pessoas integras, ainda mais se tratar de um evangélico.
Devido á grande repercussão que houve palas críticas ao pastor Marco, até mesmo Joaquim Barbosa comentou sobre o assunto em uma aula magna em Brasília, ressaltando o objetivo e o exercício da democracia no país. Mas ainda ninguém que seja renomado com poder na mídia teve a coragem de dizer  que os ativistas gays já infringiram fortemente a constituição ao tentar impedir alguns cultos em igrejas evangélicas onde o pastor estava exercendo seu ministério. O culto é garantido por lei, mas nem isso os manifestantes respeitam. Tudo que eles fazem é através de desrespeito e ainda querem requerer direitos, mesmo cerceando o direito dos outros...Ameaçam de morte, agridem fisicalmente e com palavras torpes, fazem barulho, ofendem a dignidade alheia, etc. Agora vem a pergunta: Algum cristão faz isso com eles? A resposta é NÃO!!! Algo que deve-se perceber é que parlamentares totalmente sem prestígio como Domingos Dutra (PT), Érica Kokay (PT), Jean Wyllys (PSOL) e outros, sempre fazem o possível para desviar atenção da população quando tem alguma 'bucha' acontecendo em uma comissão maior como a CCJ, que teve dois parlamentares condenados pelo STF eleitos. Isso é uma vergonha! 
Simplesmente o PT abriu mão e declarou guerra contra evangélicos á partir da hora que resolveu apoiar as intrigas contra o pastor Marco feliciano através de deputados como os citados acima, isso sem considerar as questões como o aborto, legalização da maconha, eutanásia e outras aberrações que surgiram no mesmo partido e coligações. A próxima eleição promete grandes surpresas. Vamos esperar pela derrota daqueles que perseguem os cristãos, pois seu fim será o mesmo do imperador Adriano, salvo se, converterem deste caminho abandonando a irmandade malígna que agora servem.

Escrito por Anderson Dalcin
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário